Por que a brincadeira é essencial para o desenvolvimento infantil?

Brincar é diversão? Sim, mas não é só isso. Tem muito mais por trás de um jogo, de uma atividade, de um pega-pega. Estimular o brincar é essencial para que a criança possa se desenvolver melhor.

Muito adulto ainda acha que brincar é perda de tempo. Por isso, acaba criando uma agenda de compromissos formais para a criança. Essa visão distorcida pode prejudicar o desenvolvimento infantil.

Para a criança, o brincar funciona como uma ferramenta de exploração:

“Como será a sensação de colocar a mão nisso aqui?

Será que faz barulho se eu apertar?

O que acontece se eu puxar isso?

E se eu for até lá?

E se eu me segurar para ficar de pé?”

Tudo se torna um experimento, desde colocar suas próprias mãos na boca até a representação de papéis dos adultos, como cozinhar e falar ao telefone. A brincadeira é a ligação entre a criança e o meio, sendo o instrumento que permite o aprendizado e o entendimento do mundo ao seu redor.

E como todo aprendizado ela tem fases:

Nos primeiros meses de vida a brincadeira é mais concreta, se baseia muitas vezes no apertar, apalpar, colocar na boca. Nessa fase também ocorrem os experimentos dos sons da fala, como o balbucio, gritos, gemidos que sempre geram reações nos adultos e aumentam o interesse da criança em se comunicar.

Conforme a criança passa do primeiro ano de vida, a brincadeira passa a ser mais imaginativa e mais complexa. É através da brincadeira que ela vai treinar habilidades e qualidades como independência, criatividade, curiosidade e capacidade de solucionar problemas. Juntamente a essas habilidades, ela também está desenvolvendo sua capacidade comunicativa, muitas vezes criando diálogos com seus brinquedos, baseados no que presenciou do mundo adulto.

Os primeiros “obrigados” e “por favor” espontâneos podem aparecer no meio de uma brincadeira de casinha.

Obrigado/ Por favor

Esse brincar permite uma troca entre a criança e seu cuidador que resulta em cada vez mais conhecimento de linguagem, além de propiciar também um melhor desenvolvimento emocional.

Já na brincadeira entre crianças, a necessidade comunicativa é ainda maior, pois se faz necessário ser ouvido e compreendido pelo coleguinha, o esforço é grande e consequentemente o aprendizado também. Por isso muitas crianças apresentam uma melhora significativa no desenvolvimento de fala e linguagem quando entram na escolinha. As oportunidades com brincadeiras e a necessidade em saber se comunicar aumentam consideravelmente.

brincadeira de criança

E que tipo de brincadeira é melhor? Vai depender da fase de desenvolvimento da criança. Como a brincadeira é a ferramenta que ela usa para entender o mundo, a melhor pista para a brincadeira ideal é a atividade em que ela está se esforçando em aprender naquele momento. Veja algumas dicas:

BRINCADEIRA SOCIAL

cadê o bebê?

A interação com outras pessoas, especialmente com os pais, é muito importante ao longo do primeiro ano de vida.

Bebês novinhos adoram sorrir, observar e gargalhar. Bebês um pouco mais velhos gostam de brincadeiras como: “Cadê? Achou!”, e de musiquinhas interativas como a da Dona Aranha.

 

BRINCADEIRA COM OBJETOS

Brincadeira com objetos

 

Para crianças de 4 a 10 meses de idade, pouca coisa é mais interessante que pôr a mão, bater, jogar, empurrar e interagir em geral com todo tipo de objeto e, é claro, colocá-lo na boca.

 

 

BRINCADEIRA DE REPRESENTAÇÃO

Criança falando ao telefone

 

Empregar objetos de uso diário, imitando os adultos, é uma das brincadeiras preferidas de crianças de 1 ano de idade. As atividades são várias: falar ao telefone, cozinhar, dirigir, varrer… É a imaginação crescendo a cada dia.

 

 

PRIMEIRAS BRINCADEIRAS SIMBÓLICAS

Esse tipo de brincadeira, comum por volta dos 2 anos de idade, envolve a criação de algo a partir do nada. Uma caixa de sapato pode se transformar num ônibus, com barulhos do motor e tudo. Qualquer outro objeto pode muito bem virar comidinha, por isso é importante tomar cuidado com coisas que possam ser engolidas.

Brincadeira simbólica

 

ENCENAÇÃO DE PAPÉIS

Perto de fazer 3 anos de idade, a criança revela seus dotes de atriz ou ator, passando a representar papéis diferentes: de médico, de professor, de mãe, de princesa, de super-herói… Nessa idade as fantasias passam a ser um dos brinquedos favoritos.

Encenação de papéis

 

BRINCADEIRA É DIFERENTE DE BRINQUEDO

Brincar é se envolver em uma atividade divertida com pessoas, objetos ou movimentos, que não precisa necessariamente de um brinquedo.

Qualquer coisa, desde fazer bolhas de sabão a cantar, ou correr pela casa, pode ser considerada brincadeira. Você certamente já viu um bebê se divertir a valer com a embalagem do presente. Por aí dá para perceber como os critérios são amplos.

Sente-se no chão com a criança

Você não precisa fazer isso todas as vezes, mas é bom lembrar que você é o brinquedo preferido do seu filho e qualquer coisa em que você estiver envolvido vai ser mais rico e divertido para ele. Aproveite para conversar com a criança enquanto brinca, para ao mesmo tempo ajudá-la a desenvolver a linguagem.

Deixa e criança decidir para onde a brincadeira vai 

Você pode sugerir brincadeiras novas e apresentar opções de atividades, mas a criança deve ser a dona da brincadeira. Afinal de contas, o objetivo é se divertir, mesmo que ela não esteja seguindo as regras ou que esteja fazendo o carrinho voar em vez de andar na pista.

Até os 3 anos, a criança ainda é pequena para seguir regras. Procure se controlar e deixar que a criança decida o destino da brincadeira, mesmo que você não concorde (a não ser que haja questões de segurança envolvidas – aí é sua obrigação intervir).

Sempre envolva a fala correta e explicações durante a brincadeira 

É importante que haja diálogo durante o divertimento e que a fala direcionada à criança seja sempre um modelo correto para que a mesma aprenda a articulação correta das palavras. Além de articular corretamente para a criança, explique e forneça conhecimento. Dê nome aos objetos e ações envolvidas para que a mesma possa assimilar do que se trata, para que serve e como funciona tudo ao seu redor.

POR QUE BRINCAR É IMPORTANTE?

1. Combate a obesidade, o sedentarismo e desenvolve a motricidade. Não precisa dizer muito. Meia hora de pega-pega e amarelinha consome, respectivamente, 224 e 135 calorias.

2. Promove o autoconhecimento corporal. Correr, pular, cair, levantar… Ações que auxiliam a criança a se perceber e conhecer seus limites e potenciais.

3. Estimula competências socioemocionais. A brincadeira é uma necessidade biológica que ajuda a moldar o cérebro e que, nos diversos contextos, fortalece as relações socioafetivas, explorando aspectos como autocontrole, cooperação e negociação.

4. Gera resiliência. Esta é uma das mais importantes habilidades para se viver. A frustração de perder um jogo ou de o colega não querer brincar do jeito proposto pela criança irá ajudá-la a se adaptar a uma realidade inesperada, administrando melhor as decepções.

5. Ensina o respeito ao outro. A criança aprende a ouvir, a relacionar-se, aceitando as diferenças.

6. Desenvolve a atenção e o autocontrole. Montar um quebra-cabeça ou empilhar blocos é um desafio que, a cada vez, será melhor resolvido. Esse aprendizado é uma ferramenta para superar vários desafios na vida.

7. Acaba com o tédio e a tristeza. Brincar dá prazer. Quantas vezes ouvimos pais falarem que a criança estava triste, chorando. Foi só começar a brincar que tudo ficou melhor. Isso significa que o brincar fortalece a saúde emocional.

8. Incentiva o trabalho em equipe. Os jogos e brincadeiras coletivos são verdadeiras escolas de convivência, cooperação, respeito, trocas, limites, essenciais à vida e ao mundo do trabalho.

9. Estimula o raciocínio estratégico. Jogos com regras criam impasses que são vencidos por meio da análise, da argumentação, do momento certo de agir, da avaliação do resultado. Os erros servirão como ponto de partida para novos acertos.

10. Promove a criatividade e a imaginação. Baldes, potes, caixas nas mãos de uma criança se transformam em robôs, aviões, pessoas, casas. Por isso, estimular a criatividade com objetos simples traz mais ganhos à criança do que com brinquedos prontos e caros.

11. Estabelece regras e limites. A criança aprende a respeitar o espaço e o limite do outro, lidando com regras, questionando-as para entendê-las ou para sugerir mudanças, postura essencial para viver pro ativamente na sociedade.

CONCLUINDO…

Brincar é a forma como o cérebro treina o ser humano para a vida adulta e para os desafios que ele enfrentará. É uma forma de experimentar situações e eventos que, de outra forma, seriam impossíveis para uma criança. Brincar é tornar-se um ser humano completo e portador de uma personalidade capaz de suportar pressões e desafios; reagindo adequadamente e de forma segura, usando o que “treinou” no passado instintivamente para garantir a vitória nas mais diversas situações.

Brincar é importante para as crianças como o estudo, a saúde e a boa alimentação. Brincar deve ser incentivado e garantido a qualquer criança e os pais e as mães devem sempre ter em mente que uma boa educação e uma formação adequada de um adulto plenamente capaz de se transformar num ser humano seguro e feliz passa, invariavelmente, por uma boa e velha brincadeira bem divertida e aparentemente despretensiosa.

Seguindo essas dicas, certamente a criança crescerá com exemplos saudáveis para a formação de sua linguagem e caráter pessoal.

Texto produzido por DANIELA BORGES 

Fan Page Facebook – Linguagem por Daniela Borges

 

*************************************************************************************************

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página você encontrará sobre os mais diversos temas de Fonoaudiologia entre artigos, imagens e vídeos. Venha participar você também!

Curta Fonoaudiologia por Erica Sitta

*************************************************************************************************

Bibliografia

Baby Center

Fundação Maria Cecília Souto Vidigal

 

2 respostas em “Por que a brincadeira é essencial para o desenvolvimento infantil?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s