O que é Dor Miofascial?

Fáscia Muscular

É uma lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo. A espessura de uma fáscia varia de músculo para músculo dependendo de sua função. Quando a fáscia é muito espessa ela contribui para prender o músculo ao osso.

As fáscias têm algumas funções como, servir de bainha elástica de contenção para exercer tração durante a contração, permitir fácil deslizamento muscular entre si e separar grupos em compartimentos musculares, através de sua espessura e seu prolongamento que termina se fixando em ossos, chamados de septos intermusculares.

Mecânica Muscular

Os músculos esqueléticos atuam por meio de contrações. Os músculos sempre puxam e nunca empurram. A contração do ventre muscular produz um trabalho mecânico, representado pelo deslocamento de um segmento do corpo. Ao contrair o ventre muscular, há um encurtamento do comprimento do músculo e consequente deslocamento do segmento ósseo.

Dor Miofascial

Mio (músculo) + Fascial (Fáscia)

Os músculos são estruturas que representam aproximadamente 40-50% do peso corporal total, interagindo com estruturas articulares, bursas e tendões. Sendo fundamentais na produção dos movimentos corporais, na estabilização das articulações e posições corporais, além de ajudar no movimento de substâncias dentro do corpo, na produção de calor e na regulação do volume dos órgãos e vísceras.

Deste modo, uma causa frequente de dor é Síndrome Dolorosa Miofascial. Definida como uma disfunção neuromuscular regional, com a presença de bandas musculares contraturadas/ bandas tensas caracterizada pela presença de pontos gatilhos (locais bem delimitados) podendo-se manifestar como um nódulo ou local de contração do músculo que quando estimulado causa dor local ou em uma área distante – dor que ¨corre¨ para outro local.

A dor miofascial pode se originar em um único músculo ou pode envolver vários músculos. Vejamos alguns exemplos:

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO TRAPÉZIO

Quando temos tensão ou dor no pescoço e ombro, ficamos mais irritados, mais cansados, nem conseguimos dormir direito. Para que nossa energia corporal flua e para que exista uma sensação de bem estar, é necessário que a região da nuca esteja relaxada podendo assim correr os impulsos elétricos enviados do cérebro para o corpo.

Dor no pescoço

Músculo trapézio

A figura demonstra a ação da dor (em vermelho) e de pontos-gatilho (em preto).

Existem diferentes tipos de dor no pescoço e ombro:

  • Tem a dor de torcicolo, quando dormimos de mal jeito e acordamos sem conseguir mexer o pescoço (normalmente acontece por ficar muito tempo numa mesma posição, ou num acidente quando você leva um tranco, ou por tomar friagem demais no pescoço).
  • Existe a dor causada por tensão e inflamação muscular, normalmente por trabalhar olhando muito tempo para baixo ou para cima, ou, por exemplo, por ter o monitor do computador no seu lado.
  • Uma hérnia de disco também pode causar dor no pescoço caso esteja tocando no nervo, essa hérnia pode ter se originado de um acidente, ou apenas por uma má postura e encurtamento dos músculos do pescoço.
  • Quando existe uma subluxação, isto é, quando a vértebra não está alinhada, podendo haver um pinçamento do nervo causando dor;
  • Outro grande causador é a passagem por um trauma emocional muito grande, com situações de nervoso intenso ou raiva.

Sintomas

Independente do tipo e da causa da dor, um fator comum em todos os casos, é uma tensão e contração contínua dos músculos que circundam o pescoço, além do trapézio (aquele que fica bem na curvinha entre o pescoço e ombro e que vai descendo nas costas paralelo à coluna perto das escápulas) e do peitoral menor. Essa tensão e contração contínua causa pontos de dor, onde formam couraças (parecem nódulos, pequenas bolas) que quando apertadas, vão estar doloridas.

É muito comum também, e você vai lendo e vai se identificando, ter ombros elevados (ou encurtamento do pescoço – dependendo do ponto de vista) e rotados para dentro, a cabeça fica ligeiramente projetada para frente e com o tronco mais encurvado para frente também (cifose). A sua respiração tende a ser encurtada com pouco movimento da caixa torácica, as costelas nao se mechem quando você respira. Essa postura pode originar dores e tensões no ombro ou as dores e tensões podem levar a sua postura a ficar desta maneira.

A dor é referida em determinada região do corpo podendo iniciar ou piorar com o esforço físico (mas pode ocorrer mesmo ao repouso quando não for tratada precocemente). Os pontos-gatilho miofaciais (PGMF) são definidos como pequenos nódulos palpáveis que se encontram em faixas musculares tensas que, que podem causar dor espontaneamente , fadiga muscular, estados psíquicos alterados, temperatura ambiente ou mesmo ao se encontrar doente.

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO OCCIPITOFRONTAL

Não há uma causa única para dor de cabeça. Em algumas pessoas, dores de cabeça de tensão são causados pela contração involuntária e crônica de músculos na parte de trás do pescoço e do couro cabeludo. Essa tensão muscular pode ser causada por:

  • Repouso insuficiente
  • Má postura
  • Estresse emocional ou mental, incluindo depressão
  • Ansiedade
  • Cansaço
  • Fome
  • Excesso de exercícios.

Dor de cabeça tensional

Músculo Occipitofrontal

A figura demonstra a ação da dor (em vermelho) e de pontos-gatilho (em preto).

Dores de cabeça tensionais são geralmente desencadeadas por algum tipo de estresse de origem externa ou interna. Exemplos de fatores de estresse incluem:

  • Ter problemas em casa / vida familiar difícil
  • Estar esperando um filho ou filha
  • Preparar-se para testes ou exames
  • Voltar de férias
  • Iniciar um novo trabalho
  • Perder um emprego
  • Estar insatisfeito com o próprio corpo
  • Prazos no trabalho
  • Competição em esportes ou outras atividades
  • Ser perfeccionista
  • Não dormir o suficiente
  • Se envolver em muitas atividades / organizações
  • Fadiga corporal
  • Fadiga visual
  • Sinusite.

Uma das explicações mais notada para sua causa é o estresse excessivo sobre os músculos (movimentos repetitivos, condicionamento físico inadequado, postura inadequada, trauma, distensão muscular, estresse emocional).

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO ESTERNOCLEIDOMASTÓIDEO

Responsável por mover nossa cabeça, este músculo é o principal flexor do pescoço.Tem também grande importância na atividade respiratória. O diagnóstico é clínico não sendo muitas vezes necessário nenhum exame complementar.

Dor na lateral do pescoço

Músculo Esternocleidomastóideo

A figura demonstra a ação da dor (em vermelho) e de pontos-gatilho (em preto).

Dores nos Músculos Esternocleidomastóideos podem comprometer :

  • A movimentação da Articulação Temporomandibular (ATM)
  • A respiração, ficando mais encurtada e superior

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO LEVANTADOR DA ESCÁPULA

Os músculos levantadores da escápula servem para erguer os ombros em direção às orelhas. Eles ajudam no relaxamento dos ombros e geralmente são o motivo dos torcicolos. Alterações vertebrais decorrente de traumas, movimentos repentinos, movimentos repetitivos, limitação proveniente de outros tecidos, podem acarretar em estresse articular, gerando problemas articulares futuros.

Dor nas costas

MÚSCULO LEVANTADOR DA ESCÁPULA

A figura demonstra a ação da dor (em vermelho) e de pontos-gatilho (em preto).

TRATAMENTO

O tratamento deve buscar desarmar os pontos-gatilhos ativos e latentes. Algumas técnicas podem ser utilizadas, tais como:

  • Massagem, calor, crioterapia, eletroterapia
  • Shiatsu
  • Acupuntura
  • Fisioterapia (cinesioterapia; alongamento muscular no sentido contrário à ação do músculo)
  • Fonoaudiologia (orientações e ajustes de postura e função muscular de cabeça e pescoço)
  • Suporte psicológico
  • Visita médica para uso medicamentoso (analgésicos; anti-inflamatórios não-estereoidais; relaxantes musculares (espasmos musculares – ciclobenzaprina ou tinadizina); anti-depressivos e anti-convulsivantes).

PREVENÇÃO

Não é fácil prevenir a ocorrência destes pontos, uma vez que eles podem surgir em diversas partes do corpo, mas existem alguns itens que auxiliam o melhor funcionamento da musculatura em geral, sendo assim, tornando menor a possibilidade de obtenção dos pontos-gatilho.

São eles: melhora e manutenção da postura, tanto no trabalho, quanto em casa, até mesmo no andar, é necessário a nossa observação em relação ao posicionamento correto; Prática regular de exercício também é importantíssima, até mesmo por questão de relaxamento corporal, e dessa forma a movimentação global do nosso corpo, não deixando nada estático, livrando-nos dos temidos “nós” de tensão; Flexibilidade, é uma das consequências causadas por esses pontos, então tendo ela em dia, praticando alongamentos, fica mais difícil sua presença; além disso, ter um controle emocional e nutricional faz toda a diferença.

*************************************************************************************************

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta

*************************************************************************************************

Bibliografia

Imagens dos pontos gatilhos retirados do site: http://www.neurocranioecoluna.com.br/

 

2 respostas em “O que é Dor Miofascial?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s