Meu filho ainda não fala – O que fazer?

Fala do bebê

 

É fato que cada criança tem um tempo específico para se desenvolver e com a fala não é diferente. No entanto, é sempre preciso ficar atento aos comportamentos vocais do bebê para certificar-se de que o seu desenvolvimento está dentro da normalidade esperada.

O que é importante para um bebê começar a falar?

A primeira forma de linguagem da criança é o choro. Os pais, com o tempo, passa a reconhecer cada um deles. Eles sabem se é fome, dor ou sono.

O desenvolvimento da fala do bebê depende da associação de vários fatores:

  1. A integridade orgânica e as condições biológicas são importantes para que as crianças falem. Mas, elas não são as únicas.
  2. As influências sociais, psicológicas e afetivas fazem muita diferença durante o processo também.
  3. Além dos sistemas neurológico, auditivo e motor, o psicológico também precisa estar preservado. Por isso que atenção, afeto e carinho fazem muita diferença na comunicação.

Se todos esses sistemas estão preservados, o desenvolvimento da fala se da normalmente através de modelos auditivos e de um meio ambiente estimulador.

Estimulando a fala do bebê

Como acontece o desenvolvimento de fala?

Um dos momentos mais marcantes no processo de desenvolvimento de uma criança é quando ela começa a falar. A fala marca o início da sua comunicação com as outras pessoas, embora ela já comece a interagir com o meio ambiente bem antes disso.

  • Dos 4 aos 6 meses, bebês emitem sons guturais (grrr)
  • Dos 6 aos 8 meses, começam a balbuciar (baba, gugu, dada)
  • A partir dos 12 meses (1 ano) emitem palavras simples
  • Entre 12 e 20 meses falam palavras simples e conhecem seus significados
  • A partir dos 24 meses (2 anos) já conhecem muitas palavras e formulam frases simples.

Como estimular a fala do meu filho?

Conversar, ensinar o nome dos alimentos e as partes do corpo, cantar durante o banho, ler livros e mostrar figuras e usar linguagem simples são as melhores forma de estimular a fala da criança.

Estimule a criança a dizer o que ela quer. Um dos meios usados por ela quando está começando a desenvolver a fala é o gesto. Aponta para a comida quando está com fome, para o copo quando está com sede. Nesse momento, os pais devem falar alguma coisa, por exemplo: “você quer comer?”, “você está com sede?”. Se a criança tentar falar algo, repita a palavra corretamente. Se os pais acharem melhor, fiquem no mesmo campo visual dela ou seja, abaixem-se e façam contato de olho, Daí, digam o que querem para a criança.

Vocês vão perceber o quanto isso ajuda no desenvolvimento da fala.

Deixar a criança repetir sempre o errado por ser fofo não ajuda no seu processo de crescimento. Mas também, se os pais corrigem sempre a palavra errada, a criança pode ficar envergonhada e até irritada por ser constantemente corrigida e pode parar de falar. O ideal é repetir a palavra corretamente sem corrigir. Se a criança diz “acum” para água, os pais devem responder enfatizando a palavra correta “você quer beber água?”.

Construam um ambiente em que a criança tenha confiança para se comunicar livremente, sem que ninguém fique chamando a atenção para o que ela fala “errado”, mas também ofereçam bons modelos de pessoas que falam as palavras de forma correta. De toda forma, se comuniquem com seus filhos!

Estimulação de fala

Se o bebê ou a criança está com o desenvolvimento muito distinto do esperado, o adequado é procurar um profissional para que uma avaliação seja feita.

Após a avaliação, o Fonoaudiólogo consegue dar as orientações para que a família supere o problema da melhor maneira possível. Bem como, o profissional conseguirá iniciar um trabalho de ajuste/reabilitação da criança com a normalidade esperada para o desenvolvimento de sua idade.

Veja mais AQUI (O que é normal a criança falar em cada idade).

*************************************************************************************************

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta

*************************************************************************************************

Uma resposta em “Meu filho ainda não fala – O que fazer?

  1. Ola,
    Sou mãe de dois rapazes de 4 e 2 anos,o meis velho começou a falar aos 3 actualmente ja fala um pouco de tudo e o mais novo teve o processo normal descrito tambem fala muita coisa o que ele não conhece inventa nome, diferente do mais velho que diz´” isso ai” quando não sabe o que é.Na minha opinião cada criança tem o seu momento para desenvolver a fala eu não levei os meus filhos a tratamento nenhum deixei acontecer tive apenas paciencia, mas porque tambem tive o cuidado de controlar os sinais da fala, se a lingua não estava presa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s