Função dos Músculos ligados a Boca – Parte I

A melhor posição para realizar a avaliação é sentada, com os pés apoiados e a coluna ereta, uma vez que ajuda a minimizar possíveis compensações.

Vejamos a relação entre os músculos relacionados com a BOCA e suas funções:

beijo bico

*************************************************************************************************

  • Levantador do Lábio Superior e Asa do Nariz

O Fonoaudiólogo deve solicitar ao paciente que eleve o lábio superior até a visualização dos dentes incisivos, observando a movimentação da narina. É importante haver mobilidade do lábio superior e a pele desta região.

Músculo Elevador do Lábio Superior e da Asa do Nariz

  • Origem: Processo frontal da maxila.
  • Inserção: Se divide em dois fascículos. Um se insere na cartilagem alar maior e na pele. do nariz e o outro se prolonga no lábio superior.
  • Inervação: Ramos bucais do nervo facial.
  • Ação: Dilata a narina e levanta o lábio superior

*************************************************************************************************

  • Levantador do Ângulo da Boca

O Fonoaudiólogo deve solicitar ao paciente a elevação do lábio superior a fim de descobrir os dentes incisivos. Observar que o lábio superior deve se elevar com simetria.

Músculo Elevador do Lábio Superior

  • Origem: Fossa canina (maxila)
  • Inserção: Ângulo da boca
  • Inervação: Ramos bucais do nervo facial
  • Ação: Eleva o ângulo da boca e acentua o sulco nasolabial

*************************************************************************************************

  • Zigomático Menor

O fonoaudiólogo deve solicitar ao paciente que faça uma expressão de choro. Dessa forma observar a mobilidade alar e das bochechas. Por agir juntamente com o Músculo Zigomático Maior a avaliação não poderá analisar este músculo separadamente.

Zigomático Menor

  • Origem: Superfície malar do osso zigomático.
  • Inserção: Lábio superior (entre o levantador do lábio superior e o zigomático maior).
  • Inervação: Ramos bucais do nervo facial.
  • Ação: Auxilia na elevação do lábio superior e acentua o sulco nasolabial.

*************************************************************************************************

  • Zigomático Maior

O fonoaudiólogo deve solicitar ao paciente dê um sorriso aberto e amplo, deixando os dentes á mostra. Dessa forma observar a mobilidade das bochechas, das comissuras labiais e do sulco nasolabial.

Zigomático Maior

  • Origem: Superfície malar do osso zigomático.
  • Inserção: Ângulo da boca.
  • Inervação: Ramos bucais do nervo facial.
  • Ação: Traciona o ângulo da boca para trás e para cima (risada).

*************************************************************************************************

  • Músculo Risório

O Fonoaudiólogo deve solicitar ao paciente que contraia as bochechas contraia as arcadas dentárias e a comissura labial para fora. Deve observar a movimentação da região da comissura labial horizontalmente.

Músculo Risório

  • Origem: Fáscia do masseter
  • Inserção: Pele no ângulo da boca
  • Inervação: Ramos mandibular e bucal do nervo facial
  • Ação: Retrai o ângulo da boca lateralmente (riso forçado)

Mm Risório

*************************************************************************************************

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

http://www.auladeanatomia.com/sistemamuscular/facee.htm

Tasca EMT. Programa de aprimoramento muscular em fonoaudiologia estética facial (PAMFEF). Barueri: Pró-Fono; 2002.

16 respostas em “Função dos Músculos ligados a Boca – Parte I

  1. Dr. Érika, quando estou dormindo , a minha língua apresenta uma postura incorreta , isto é , fica no assoalho da boca e não no céu. Para solucionar esse problema , eu já dormi tanto com ” o guia de posicionamento lingual ” quanto com ”elástico ortodôntico” , todavia a língua tende a ficar no assoalho. Eu sei disso , pois, quando acordo no meio noite ou de manhã , ela está nessa posição. Caso continue assim , nunca irei conseguir ter uma comunicação adequada ,pois faço exercícios para fortalecer a musculatura da língua , mas a postura incorreta dela faz com que a flacidez persista.
    Então ,queria saber se você pode me dizer um método eficaz para que a língua consiga ficar sempre , na posição de repouso , tocando no palato e não no assoalho. Afim de corrigir esse problema , sou capaz até colar a língua no céu da boca usando cola super bond. rsrrs
    Abraços!

    • Oi Rodolfo! Obrigada por sua visita.
      Vejo que essa alteração é realmente alguma coisa que te incomoda muito. Mas existem algumas possibilidades que nem sempre podemos controlar. Não te avaliei para saber seu tipo facial, porém temos que levar em conta isso. Se o rosto for muito longo a língua terá dificuldade em manter-se no palato; outro fator agravante é o posicionamento dos dentes. A flacidez é um vilão mas nem sempre a única culpada. Uma boa avaliação e conduta fonoaudiológica irá beneficiar sua comunicação.

      Tenha um ótimo dia.
      Abraço
      Erica Sitta

      • Certo. O meu rosto não é longo , posso te garantir isso. Eu uso aparelho ortodôntico e os meus dentes , com certeza , não atrapalham o posicionamento da minha língua . Faz aproximadamente 1 mês que , ao dormir , uso o elástico ortodôntico , mas ele , como você bem sabe , não é tão eficaz para deixar a língua posicionada no palato.
        Sem uma postura correta , é praticamente impossível sanar o problema da flacidez muscular.
        Queria saber se , você , que é uma especialista no assunto , poderia me ajudar a sanar esse probleminha que apesar de ser simplório acarreta sérios desdobramentos.
        Por favor , não me mande procurar um fono , pois no momento estou passando por uma grave crise financeira e o meu filho que tem 8 anos tem câncer e a minha esposa , por eu estar passando por essa dificuldade econômica , resolveu se separar de mim. Há cerca de uns 2 meses , eu fiz um esforço e fui a uma fono , porém , a mulher era tão incompetente que , quando eu disse que a minha língua costumava ficar no assoalho da boca , ela disse que essa era a posição correta da língua em repouso e que eu não precisava me preocupar com isso. É mole?
        Peço , encarecidamente , que você me ajude. Estou desesperado!

      • Rodolfo, não me leve a mau. Compreendo que seu momento não é muito favorável e que está chateado com esta questão de sua língua. Mas coloque-se no meu lugar…

        01. Não tenho ideia de sua imagem. Tudo o que descreveu não veio de uma avaliação minha, também não sei qual profissional te deu essas características. Pois você acreditou em uma afirmação e discordou de outra pelo seu desabafo anterior.

        02. Não sei sua idade. Ao decorrer de nossa vida passamos pelo processo de envelhecimento. Não te avaliando pessoalmente não consigo diagnosticar se seu caso é decorrente de outra alteração associada ou se simplesmente faz parte de sua faixa etária.

        03. Não sei qual é o motivo de sua queixa atrapalhar tanto. Como não tenho uma amostra de fala, nem de mastigação e deglutição, não posso te passar um processo terapêutico. A língua ficar no assoalho apenas não é um fator de complicação se esta postura não atrapalhar em outra função. Como já comentei… rostos com tamanho vertical longos não tem condições dessa postura de língua apoiada em palato.

        Para criar um programa eficaz de reabilitação eu insisto na importância de uma avaliação fonoaudiológica. Sinto muito por você não ter sentido credibilidade pela sua terapeuta anterior, temos muitos profissionais que trabalham em linhas diferentes… não podemos simplesmente generalizar dizendo que Fonoaudiólogo é tudo ruim… afinal sou Fonoaudióloga também e você está querendo minha opinião.

        Eu realmente me preocupo com seu caso, mas não consigo ver uma maneira de te ajudar. Poderia simplesmente te passar alguns exercícios e pronto. Mas minha visão de terapeuta não é assim. Trato todos os casos como únicos, mesmo apresentando a mesma alteração. Não quero te falar algo apenas para te deixar feliz se isso poderá por exemplo te desenvolver alguma outra alteração futura, pois você estaria sem acompanhamento de evolução.

        Me desculpe.
        Se pensar em alguma maneira que daria certo. Me avise.

        Fique bem. Que seu caminho seja suave para enfrentar as amarguras que encontramos ao viver.

        Abraço
        Erica Sitta

      • Entendo a sua situação. Felizmente , consegui encontrar a solução para o meu problema.
        Entrei em contato, por intermédio de e-mail,com uma outra fono que estava ”motivada a me ajudar”. Ela fez algumas perguntas básicas , tais como o comprimento do meu rosto , o posicionamento dos meus dentes, o meu tipo respiratório , idade , o modo como mastigava etc. Também pediu que lhe enviasse fotos do meu rosto e vídeos mostrando a minha fala. Em função de todas essas observações , ela disse que o motivo da minha língua ficar com uma postura incorreta é a falta de tônus muscular. Visto que a língua está flácida , ela não consegue permanecer por muito tempo no palato e tende a ficar ”deitada” no assoalho da boca. É a mesma coisa de você ter os músculos dos braços ”flácidos” e tentar deixá-los levantados por um tempo prolongado. Naturalmente , eles não irão conseguir ficar muito tempo nessa posição e irão querer se abaixar. Logo ,só basta eu fortalecer mais os músculos intrínsecos e extrínsecos da língua para que esta consiga se manter na posição correta. Ela gravou um vídeo mostrando um série de exercícios para fortalecer toda a musculatura ” orofacial”. Também me indicou o ”haltere lingual” , que , segundo ela , é muito eficiente para aumentar a tonicidade da língua.
        Fico muito feliz por haver pessoas que ajudam os outros ,sem cobrar absolutamente nada, mesmo encontrando empecilhos que para ”muitos” são instransponíveis , . O mundo está precisando de pessoas iguais a essa fono que não são movidas a dinheiro e buscam ajudar os necessitados , mostrando vontade e dedicação.
        Dr ,Erika , gostaria de te agradecer pela atenção que me deu. Desejo -te boa sorte na sua vida , tanto no aspecto profissional quanto no pessoal;
        Tenha um ótimo fim de semana e fique com Deus!

      • Fico imensamente feliz que você tenha encontrado a solução desejada. Obrigada por visitar o meu espaço e fique a vontade para voltar mais vezes.

        Fique bem.
        Abraços
        Erica Sitta

    • Olá Rodolfo.
      Tenho uma sugestão. Você pode procurar atendimento fonoaudiológico gratuito na sua cidade. Verifique essa informação na Unidade de Saúde ou Centro de Saúde do seu bairro. Caso haja uma Universidade ou Faculdade com o curso de Fonoaudiologia, também é uma opção de busca por atendimento.
      Espero ter ajudado.

      • Obrigado pela sugestão, mas já encontrei uma fono competente que me ajudou plenamente.

      • Que bom que encontrou alguém! Fico feliz!
        É muito bom ter um blog como este para nos auxiliar com informações gratuitas da Fonoaudiologia e trocarmos informações e experiências.
        Reforço a minha sugestão para que você, além da atual profissional que te acompanha, possa procurar alguém que esteja com você “ao vivo”, pessoalmente, pois é fundamental para o tratamento fono.
        Um abraço.

  2. Dra. Erica , boa noite
    Visitei seu site para tentar encontrar exercícios que me ajudem a resolver um problema que foi diagnosticado como , fraqueza do lábio superior e assim o lábio inferior compensa essa fraqueza para fechar a boca , então o lábio inferior tem uma parte muito grande para fora da boca , maior do que deveria ser , gerando por consequência uma contração muscular do queixo também , gostaria de saber se você poderia me recomendar algum exercício para realizar ao momento que não fui a uma fonoaudióloga.
    Abraço

    • Olá Artur! Obrigada por sua visita.

      O caso que você me descreveu existe, mas não sei como tem essas informações se ainda não foi a um Fonoaudiólogo. Para a reabilitação de qualquer comprometimento há a necessidade de uma investigação específica, caso contrário o tratamento ficaria rodando sem chegar em lugar algum.
      Acredito que a função da boca e do nariz (respiração, mastigação, deglutição e fala) são os mais importantes fatores; até mesmo acima de uma alteração de tonicidade ou mobilidade muscular. Para a prescrição de um trabalho voltado para a adequação do sistema estomatognático (das estruturas faciais) é necessário compreender sua totalidade.
      Ou seja, lábio inferior evertido pode ser devido a algum tipo de hábito oral (roer unhas por exemplo) aí teria um tipo de reabilitação. Porém se for por um comprometimento respiratório é nessa linha que se deveria traçar o plano terapêutico. Agora, se tiver uma alteração na produção dos fonemas já teria que ser uma outra abordagem. E se for só flacidez, aí é outro trabalho. Todo tratamento busca a reabilitação para não voltar mais a alteração trabalhada.
      Compreende como fica complicado eu te ajudar a distancia? O mais indicado mesmo seria um acompanhamento fonoaudiológico para eliminar de vez esse comprometimento…
      Espero ter explicado com clareza. Qualquer coisa estou a disposição.

      Tenha um ótimo dia.
      Erica Sitta

  3. Ola Dr. Erica! Tenho 18 anos…e durante minha vida toda tive o costume de mastigar de um só lado, e meu sorriso acabou ficando torto. Toda vez que eu sorrio, o lado direito do meu labio superior levanta mais que o lado esquerdo…e o meu sorriso acaba ficando assimetrico.Isso me incomoda demais…muito mesmo. Gostaria de saber se tem alguma coisa que eu possa fazer pra melhorar isso, se tem algum exercicio que eu possa fazer pra trabalhar a tonicidade dos musculos.

    • Oi Thayna,
      Obrigada por sua visita!
      Existem exercícios para fortalecer a musculatura facial, eles podem trazer o equilíbrio muscular entre as hemifaces…porém se mastigou durante muito tempo apenas de um lado, existe uma causa a ser analisada. Você pode ter alguma alteração dentária, articular ou muscular. Pode ter algum tipo de hábito nocivo (roer unhas, ranger dente e etc…). Portanto, não existe receita sem avaliação. O que posso te orientar é fazer uma avaliação fonoaudiológica com um profissional da area de Motricidade Orofacial para investigar a causa, traçando assim a melhor conduta terapêutica para o seu caso.
      Abraço,
      Erica Sitta

  4. Olá Érica!
    Espero que possa me ajudar.
    Quando eu era criança tinha o mal hábito de “chupar dedo” e minha boca acabou ficando defeituosa. Hoje, tenho 30 anos e minha boca não “fecha”. O lábio superior só se encontra com o inferior com muito esforço e não se mantém assim. Usei aparelho ortodôntico para consertar os dentes, mas não houve alteração no problema externo da boca. O espaço entre o meu nariz e o lábio superior é muito pequeno, como se esta região tivesse sido subdesenvolvida. Gostaria de saber se vc pode me indicar algum exercício para aumentar o tamanho dos tecidos entre o nariz e o lábio superior, de forma que este possa se “encontrar” com o inferior naturalmente.
    Obrigada!!

    • Olá Karla, tudo bem?
      Entendi seu caso, porém não consigo te passar exercícios sem antes fazer uma avaliação. Pois é necessário compreender se sua estrutura óssea, dentária e muscular são compatíveis aos novos ajustes. E cada diagnóstico equivale a um programa de treinamento muscular específico para o caso.

      Procure um fonoaudiólogo para fazer esta avaliação. Ela é imprescindível para te orientar.

      Abraços
      Erica Sitta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s