Terapia: Estimulação do fonema /s/

Informações sensoriais

LETRA S 1,2,3Tátil – Fricção da corrente de ar restrita através dos alvéolos, dentes frontais e língua; a ponta da língua toca os dentes frontais inferiores; as bordas da língua tocam os alvéolos e dentes.

Visual –  Estreita abertura entre os lábios e entre os dentes frontais.

Audição – Fricção audível (sibilo).

Cinestésica – Muito pouco feedback da língua estriada, que forma um canal central e de dorso elevado.

*************************************************************************************************

Algumas sugestões para o desenvolvimento

– Demonstrar o modo de articulação por analogia com o /f/, no que se refere ao sopro contínuo e constrição da corrente de ar.

– Desenvolver propriocepção e tonicidade adequados dos lábios e língua.

– Treino preparatório de inspiração e expiração, aumentando-se gradualmente o tempo de expiração em forma de sopro.

– Demonstrar a emissão do sopro contínuo na superfície da mão do paciente ou em tiras de papel, pena, chama, pó de giz, etc..

– Devolver a propriocepção dos pontos de contato na produção do /s/, passando a espátula, creme de chocolate, gelatina em pó, etc., nas bordas da língua, alvéolos e face interna dos dentes superiores laterais, levando o paciente a contatuar esses pontos estimulados; fazer o mesmo com a ponta da língua e face interna dos dentes frontais inferiores.

– Frente ao espelho, mostrar ao paciente a linha central existente no dorso da língua, explicando que esta área deve formar um canal central para a passagem do ar, não podendo encostar no palato. Estimular, riscando várias vezes com a espátula esta área, de trás para a frente até a ponta, para treinar sua propriocepção. Treinar também o abaulamento da língua, formando a estria central; depois que o paciente atingir esse objetivo, colocá-la em posição para a emissão do /s/ para que seja tentado.

– Demonstrar o lugar de produção, vagarosamente, dando um exagero visual da formação: com a boca do terapeuta bem aberta, mostrar a ponta da língua atrás dos dentes frontais inferiores e estriada no centro; estreitar a abertura da boca para a posição normal, manter a língua no lugar e produzir o /s/.

– Desenvolver em associação com o /f/: enquanto o paciente produz um /f/ prolongado, puxar seu lábio inferior para baixo com dois dedos; o /s/ surgirá, quando o paciente tentar manter a restrição da corrente de ar com sua língua.

– Desenvolver associação com o /i/: fazer o paciente produzir cada vez menor letra sintensidade, até sussurrá-lo, quando soará como /s/. Para sentir o sussurro, colocar as costas da mão frente à boca. Mostrar ao paciente que sua língua está estriada no centro e que sua ponta aproxima-se dos dentes inferiores.

– Para demonstrar que com o canal central formado a ponta da língua não deve ocluir a passagem do ar, colocar a ponta do lápis ou pequeno objeto redondo entre a língua e os alvéolos, demonstrando o apropriada abertura línguo-alveolar. é útil também colocar-se um tubinho ou canudinho nesta abertura, para que o paciente sinta a saída do ar através dela.

– Para demonstrar a postura da língua, colocar uma espátula na frente, entre os dentes, a fim de que o paciente a segure com eles; em seguida, fazê-lo colocar a língua presa embaixo da espátula, enquanto suas bordas elevadas fecham-se contra a face interna dos dentes laterais. Tentar, então, a emissão do /s/. Este recurso é importante, quando ocorre protrusão da língua na emissão deste fonema.

– Demonstrar, por desenhos ou carimbos, os pontos de contato e a postura da língua.

– Se houver escape lateral do ar, devido à não oclusão das bordas laterais da língua contra os dentes, pressionar as bochechas contra os molares, impedindo a saída do ar por ali e obrigando-o a escapar através dos incisivos. comparar um escape difuso inaceitável do ar, com o escape, central necessário, se houver protrusão de língua.

– Utilizar canudinho preso antes dos caninos inferiores para facilitar a posição da língua.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Spinelli VP, Massari IC, Trenche MCB. Temas em Fonoaudiologia. 9ª ed.
São Paulo: Loyola; 1989. Cap. Distúrbios Articulatórios.

23 respostas em “Terapia: Estimulação do fonema /s/

  1. Pingback: Estimulação do fonema /z/ | Fonoaudiologia por Erica Sitta

  2. Pingback: Estimulação do fonema /ʃ/ | Fonoaudiologia por Erica Sitta

  3. Doutora ERIKA, eu fique com uma pequena dúvida. Na articulação do S, as bordas da língua se elevam tocando os dentes molares superiores ou permanecem baixadas no assoalho da boca?
    Mais uma vez , gostaria de dizer que o seu blog está um show!

    • Roberto,
      A borda da língua eleva-se criando um canal central ao qual ocorre a passagem do ar, imitando uma conchinha. Esta é a articulação mais correta possível, porém até mesmo com as bordas mais próximas ao assoalho é possível também realizar a pronúncia deste fonema, entretanto perceberemos o som um pouco distorcido.

      Abraço
      Erica Sitta

      • Mas as bordas , ao se elevar-se , tocam nos dentes molares superiores ou não?

        Abraço!

      • As bordas podem encostar dependendo do tamanho e formato da língua. Normalmente não é para encostar, pois na maioria das vezes ao encostar ouve-se um sibilo parecido com um chiado de tv fora do ar…rs.
        Não sei se era isso que pretendia saber. Desculpe por não ter sido clara na resposta anterior. Existe esta curiosidade por algum motivo específico? Talvez me ajuda a te ajudar.
        Abraço,
        Erica Sitta

      • Obrigado pela resposta, DR.ERIKA. Essa curiosidade minha foi gerada pq , ao articular esse fonema , eu fazia questão de colocar as bordas da língua nos molares superiores.
        Abraço!

  4. Doutora, não entendi essa parte do exercício com o uso do /i/. Poderia explicar de uma forma mais simples? Obrigado!

    • Oi Felipe! Obrigada por sua visita!
      Puxa, não sei se vou encontrar outra maneira de escrever a técnica, mas tente em você para sentir…. comece emitindo o som do /i/ prolongado (Ex. iiiiiiiiii) e vai diminuindo esse som (como se abaixasse o som da voz). Vc vai sentir que sobrará um sussurro parecido com o som do fonema /s/. É assim.

      Abraços
      Erica Sitta

  5. Doutora eu tenho caceio, e gostaria de saber qual o melhor exercício para eu conseguir falar o fonema /s/ com um melhor pronunciamento, obrigado.

    • Oi Pablo. Obrigada por sua visita!
      Cada caso é um caso. Você precisa passar por uma avaliação fonoaudiológica com um profissional especializado em Motricidade Orofacial e então juntos vocês poderão descobrir a causa e traçar um bom plano terapêutico.
      Não consigo te explicar os exercícios sem saber a causa desta alteração.
      Abraços
      Erica Sitta

  6. Olá Erica, gostaria da sua opinião quanto a melhor idade para se iniciar a estimulação da produção do fonema /s/. Tenho um paciente de 3 anos e 8 meses que já realiza a produção do fonema isolado, mas não consegue inseri-lo em sílabas ou palavras.

    Obrigada!

    • Oi Jaqueline,
      Com 3 aninhos a criança já é capaz de fazer a produção deste fonema. Parece que você está no caminho correto. Muito treino e paciência que logo mais ele adquire.

      Abraços
      Erica Sitta

  7. Olá, Erica ,
    Trabalho no interior onde material para terapia dificil e seu blog tem me ajudado muito.
    Parabéns pelo seu trabalho.

    Abraços
    Cìntia Carla.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s