Terapia: Estimulação do fonema /v/

Informações sensoriais

anjos-vTátil – Lábio inferior toca suavemente os dentes frontais superiores; sente-se a fricção contínua da corrente de ar restrita através do lábio inferior; a vibração da sonorização pode ser sentida.

Visual –  A aproximação do lábio inferior e dentes frontais superiores pode ser vista facilmente.

Audição – Fricção  e sonorização audíveis.

Cinestésica – Lábio inferior move-se para cima aproximando-se dos dentes superiores, produção com menos força e menor duração do que no /f/

*************************************************************************************************

Algumas sugestões para o desenvolvimento

– Imitar o modelo do terapeuta; evita excessiva pressão e duração na produção. Usar espelho, se necessário.

– Demonstrar por impressão tátil, a corrente de ar suave na superfície da mão do paciente e a vibração da voz, colocando o mão do paciente no lábio inferior e bochechas  do terapeuta. Fazê-lo diferenciar em si, quando ocorrer a troca de /v/ para /f/.

– Desenvolver o /v/ por analogia com o /f/, utilizando-se os mesmos recursos citados para demonstrar o ponto e modo de articulação. Acresce-se ao treino do /v/, a sonorização contínua durante sua produção. Evitar a produção do /v/ com força igual ao /f/.

– Fazer o paciente produzir e estender a vogal /u/, enquanto o terapeuta pressiona suavemente seu lábio inferior para cima, aproximando-o dos dentes frontais superiores.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Spinelli VP, Massari IC, Trenche MCB. Temas em Fonoaudiologia. 9ª ed.
São Paulo: Loyola; 1989. Cap. Distúrbios Articulatórios.

Uma resposta em “Terapia: Estimulação do fonema /v/

  1. Pingback: Como diferenciar Desvio Fonológico de Desvio Fonético? | Fonoaudiologia por Erica Sitta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s