Fatores que intervêm no processo de articulação

Os fatores que interferem diretamente no processo articulatório podem ser divididos em dois grupos de acordo com a função que exercem:

  1. Aferentes (que levam a informação ao SNC);
  2. Eferentes (que trazem os estímulos do SNC para a periferia).

Aferentes

Constituídos por todas as informações que servem de modelo ou correção dos atos articulatórios (feedback externo e interno).

Apoiam-se em:

  • Função auditiva – responsável pelo fornecimento do modelo acústico (recepção, discriminação e retenção) vindas do exterior e do próprio indivíduo (feedback acústico).
  • Função tátil – responsável pela informação sobre os pontos de contato durante a articulação (feedback tátil).
  • Função proprioceptiva que, informando sobre as sensações dos músculos e tendões, fornece condições para análise do movimento articulatório, da pressão no momento do contato e da tonicidade da musculatura envolvida (feedback cinestésico).
  • Função visual – responsável pela formação de modelos visuais das produções articulatórias.

Eferentes

Constituídos principalmente pelas funções responsáveis pela execução dos movimentos articulatórios.

Para que a produção da cadeia fonológica se dê adequadamente, é preciso que os movimentos se façam com:

  • Precisão – que os deslocamentos dos órgãos fono-articulatórios os levem às posições relativas corretas, seja estabelecendo pontos de contato (plosivas), seja fornecendo a formação de canais (fricativas).
  • Velocidade, energia e pressão adequadas.
  • Sequência requerida.
  • Adequada coordenação de grupos musculares agonistas e antagonistas.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Spinelli VP, Massari IC, Trenche MCB. Temas em Fonoaudiologia. 9ª ed.
São Paulo: Loyola; 1989. Cap. Distúrbios Articulatórios.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s