Terapia em deglutição III – Manobras utilizadas na reabilitação

As técnicas ou manobras descritas abaixo não devem ser usadas indiscriminadamente. O diagnóstico clínico e instrumental poderá nos dizer qual e quando cada uma das técnicas ou manobras será eficaz.

Mudanças de postura :

a) Cabeça para baixo: objetiva proteger a via aérea inferior. Deve-se manter o queixo inclinado para baixo durante a deglutição do bolo.

b) Cabeça para trás: objetiva auxiliar na propulsão do bolo. Deve-se manter o queixo inclinado para trás durante a deglutição do bolo.

cCabeça virada para o lado comprometido: objetiva isolar comprometimentos laterais de parede faringeal e prega vocal, favorecendo com que o bolo desça pelo lado bom ou em que o fechamento da rima glótica esteja compensado. O paciente deve manter o queixo virado para o lado comprometido, da prega vocal ou da parede faríngea que estiver
comprometida, durante a deglutição do bolo.

d) Cabeça inclinada para o lado bom: objetiva facilitar a descida do bolo pelo lado mais preservado em termos de mobilidade e percepção do estímulo.

    ou     

Manobras voluntárias de deglutição:

a) Deglutição de esforço: objetiva aumentar a força muscular das estruturas envolvidas, otimizando o envio e passando do bolo pela orofaringe. O paciente deve ser instruído a imprimir força durante a deglutição com bolo.

b) Deglutição múltipla ou seca: objetiva retirar o bolo alimentar retido em cavidade oral e recessos faringeais. O paciente deve deglutir várias vezes consecutivas o mesmo volume de bolo ingerido.

c) Deglutição supraglótica: objetiva proteger a via aérea maximizando o fechamento das pregas vocais. O paciente deve inspirar, segurar a inspiração, deglutir e tossir após a deglutição.

d) Deglutição super-supraglótica: objetiva proteger a via aérea maximizando o fechamento das pregas vocais e pregas ariepiglóticas. O paciente deve realizar uma inspiração forçada, segurar a inspiração, deglutir e tossir após a deglutição.

e) Manobra de Mendelshon: objetiva maximizar a elevação da laringe e a abertura da transição faringo-esofágica durante a deglutição. O paciente deve ser instruído, sempre com modelo do terapeuta, a manter voluntariamente por alguns segundos a elevação da laringe no seu ponto mais alto, durante a deglutição.

f) Alternância de consistência durante a deglutição: objetiva auxiliar na ejeção do bolo alimentar e retirar restos alimentares retidos em cavidade oral e recessos faringeais. Durante a refeição o paciente deve alternar a ingestão de consistências pastosas ou sólidas com líquidas.

g) Manobra de Masako: objetiva aumentar a movimentação da parede posterior da faringe durante a deglutição. Depois que o bolo foi introduzido na cavidade oral, o paciente deve protrair a língua, o mais confortavelmente possível, prender entre os incisivos centrais e engolir.

Enquanto o objetivo da terapia de deglutição é levar a um padrão de normalidade na deglutição, ou pelo menos levar a um padrão de deglutição que seja o mais próximo possível da normalidade, o objetivo da reabilitação na disfagia é contribuir, primordialmente, para melhorar as condições nutricionais e de hidratação, minimizar ou eliminar os riscos de aspiração de alimentos, saliva e secreções para a árvore traqueobrônquica do paciente, otimizando assim o processo de alimentação.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

FURKIM, A.M.; SILVA, R.G. Programa de reabilitação em disfagia
neurogênica. São Paulo, Frôntis Editorial, 1999, 53p.

FURKIM, A.M.; SANTINI, C.S. Disfagias Orofaríngeas. Carapicuíba, Pró-
Fono departamento editorial, 2001, 340 p.

MACEDO,E.D.: GOMES, G.: FURKIM, AM. – Manual de cuidados ao
paciente com disfagia. São Paulo, Editora Lovise, 1999.

MARCHESAN> http://www.cefac.br/library/artigos/0df43f541a3bf5b43f037097eaa631f3.pdf

8 respostas em “Terapia em deglutição III – Manobras utilizadas na reabilitação

  1. Érica estou lendo nesse momento uma de suas referências (“Manual de Cuidados do …”) e também gosto muito do livro “Tópicos em Deglutição e Disfagia” (COSTA, M.M.B. & CASTRO, L.P., edit. MEDSI, 2003)… Adorei o blog, parabéns amiga!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s