Mas, afinal o que é a disfagia?

A deglutição tem sido tratada pelos fonoaudiólogos desde há muitos anos. Inicialmente quando um indivíduo apresentava deglutição alterada, era encaminhado aos fonoaudiólogos pelos dentistas. Estes, ao reabilitar a oclusão observavam que os movimentos da língua fossem na fala ou na deglutição, poderiam influenciar o posicionamento dos dentes. Desta forma, o trabalho mais formal com deglutição, realizado pelos fonoaudiólogos, foi iniciado no Brasil por causa das alterações oclusais.

O trabalho dos fonoaudiólogos se expandiu e muitos destes profissionais foram trabalhar em hospitais. Neste novo ambiente de trabalho outras alterações foram mais bem compreendidas e tem início o trabalho com as disfagias orofaringeanas. Mas, afinal o que é a disfagia? Seria algo diferente da deglutição inicialmente trabalhada junto aos casos odontológicos?

Furkim e Silva, 1999 realizaram extensa revisão da literatura para diferenciar a deglutição que é tratada pelos especialistas em Motricidade Oral da disfagia, que é tratada pelos fonoaudiólogos envolvidos com alterações da deglutição que afetam a alimentação e nutrição do indivíduo.

Algumas definições dadas por autoras. “A deglutição é o ato de engolir, responsável por levar o alimento e/ou saliva desde a boca até o estômago (“ o que é “). Este ato se processa por complexa ação neuromuscular sinérgica eliciada voluntariamente (“ do que depende a sua eficiência “), tendo a finalidade de satisfazer os requisitos nutricionais do indivíduo e proteger a via aérea com manutenção do prazer alimentar (“ para quê se efetiva “)”

“A disfagia orofaríngea deve ser entendida como um distúrbio de deglutição, com sinais e sintomas específicos, que se caracteriza por alterações em qualquer etapa e/ou entre as etapas da dinâmica da deglutição, podendo ser congênita ou adquirida após comprometimento neurológico, mecânico ou psicogênico, podendo trazer prejuízo aos aspectos, nutricional de hidratação, no estado pulmonar, prazer alimentar e social do indivíduo”

A partir destas definições, podemos compreender que todos os fonoaudiólogos que trabalham com deglutição estão trabalhando com diferentes aspectos e alterações da deglutição e isto implica em um vasto conhecimento da anatomia e fisiologia da deglutição além da compreensão do que a altera, pois somente a partir disto é que poderemos compreender as diferentes técnicas e manobras para o tratamento da deglutição.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

FURKIM, A.M.; SILVA, R.G. Programa de reabilitação em disfagia neurogênica. São Paulo, Frôntis Editorial, 1999, 53p.

FURKIM, A.M.; SANTINI, C.S. Disfagias Orofaríngeas. Carapicuíba, Pró-Fono departamento editorial, 2001, 340 p.

MARCHESAN> http://www.cefac.br/library/artigos/0df43f541a3bf5b43f037097eaa631f3.pdf

4 respostas em “Mas, afinal o que é a disfagia?

  1. Bom dia!

    Meu nome é Jéssica, e estou com Problemas com deglutição, começou a uma semana e não entendo o que acontece, quando coloco a comida na boca automaticamente sinto que o alimento vai entrar pelo canal nasal e estou sofrendo, porque desde então só estou me alimentando de líquidos, como posso me tratar?

    Grata

    • Oi Jéssica,
      Primeiramente você deverá procurar um otorrinolaringologista para avaliação. Provavelmente ele te indicará algum exame instrumental, como a nasofibroscopia com um teste de deglutição. Revelando a causa de sua alteração, da-se inicio a uma conduta.
      O fonoaudiólogo é o profissional que fará terapia de reabilitação da deglutição em você, se assim precisar.

      Não demore não, quando antes você for avaliada mais rápido será sua melhora.

      Gde Abraço,
      Erica

  2. Ola, meu avô sofreu um AVC a 3 anos e depois disso tem muita dificuldade pra deglutir. Oq fazer tem reversão?

    • Oi Thaisa! Obrigada por sua visita!
      Não tenho ainda um post falando apenas sobre o AVC, mas vc pode ler alguma coisa parecida neste link: https://ericasitta.wordpress.com/2015/05/03/o-que-e-disartria/

      Para seu avô se recuperar é necessário que ele passe por uma avaliação fonoaudiológica compreendendo quais são os sintomas e alterações que o AVC provocou. E depois disso certamente o fonoaudiólogo lhe orientará para uma reabilitação adequada.

      Entretanto, procure um profissional que tenha especialização na área de disfagia e que trabalhe com motricidade orofacial.

      Abraços
      Erica Sitta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s