Terapia em deglutição I

O conceito de atipicidade e adaptação passou a ser empregado, para que se pudesse diferenciar as alterações possíveis de serem modificadas, das que não fossem possíveis modificar. Na deglutição atípica o hábito é a razão principal para que a alteração existisse e nenhum impedimento morfológico ou funcional estaria presente. Na deglutição adaptada, as alterações ocorrem em função da forma da cavidade oral, do tipo facial, ou ainda como consequência de outras alterações como, por exemplo, em consequência de uma respiração alterada.

Ações que são consideradas como inadequadas e indesejáveis, estudadas anteriormente (https://ericasitta.wordpress.com/2012/05/17/avaliacao-clinica-da-degluticao-i/), são descritas resumidamente como as seguintes:

  • contração excessiva da musculatura perioral e/ou do músculo mentual,
  • movimentos inadequados de cabeça como a elevação da mesma,
  • interposição do lábio inferior,
  • sobra de resíduos nos vestíbulos,
  • projeção anterior da mandíbula,
  • ruídos durante a deglutição,
  • outros

Os fonoaudiólogos percebem e classificam outras alterações além da projeção anterior da língua, seja entre, ou sobre os dentes. Contudo, após a investigação e diagnóstico das alterações da deglutição deve-se cuidar da restauração e do bom funcionamento desta função.

A terapia inclui um trabalho direto ou indireto para a deglutição. Ou seja:

  • Trabalho direto: significa introdução do alimento por via oral e reforço dos comportamentos apropriados durante a deglutição, através de técnicas ativas. Estas técnicas são aquelas para o treino da deglutição com saliva e alimentos em diferentes consistências, volumes, temperaturas e sabores. Trabalha-se ainda com posturas compensatórias naqueles pacientes com perdas estruturais ou funcionais importantes.
  • Trabalho indireto: significa utilizar exercícios para melhorar os controles motores que são pré-requisitos para uma deglutição normal, através de técnicas de mobilidade e motricidade oral. As técnicas usadas são correspondentes com os achados da avaliação. Adequando primeiramente a tonicidade muscular oral necessária e sua movimentação. E após, adequado funcionamento do treino mastigatório, iniciar o trabalho da função da deglutição om o trabalho direto.

Porém devemos lembrar que os movimentos considerados como inadequados ou indesejados, e que são trabalhados para serem eliminados, são exatamente as manobras utilizadas por aqueles profissionais que trabalham com disfagia. Um exemplo bem típico seria a eliminação do movimento de cabeça ao deglutir no primeiro caso e a instalação da  rotação da cabeça para proteção da via aérea no segundo caso.

Estudaremos mais a seguir.

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Marchesan IQ, Furkim AM. Manobras utilizadas na reabilitação da deglutição. In: Costa M,
Castro LP. Tópicos em deglutição e disfagia. Rio de Janeiro: Medsi; 2003. p.375-84.

MARCHESAN, I.Q. Deglutição Atípica ou Adaptada. Curso em Vídeo. Pró-Fono Departamento Editorial. São Paulo, 1995.

MARCHESAN, I.Q.; JUNQUEIRA, P. – Atipia ou Adaptação: Como considerar
os problemas da deglutição? In: JUNQUEIRA, P.; DAUDEN, A.T.B.C. – Aspectos
Atuais em Terapia Fonoaudiológica. São Paulo, Ed. Pancast, Cap. 1, p.11-23,
1997.

ROCHA, E. M. S. S. Disfagia: Avaliação e Terapia. In: MARCHESAN, I. Q. Fundamentos em Fonoaudiologia – Aspectos Clínicos da Motricidade Oral. São Paulo, Editora Guanabara Koogan S. A., 1998.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s