Terapia respiratória (parte V) – Respiratórios do Yoga

Retenções sem ritmo

Nas práticas iniciais, normalmente, o praticante apresenta capacidade respiratória reduzida e através do treinamento diário consegue-se aumentar os tempos de retenção, de duração da inspiração e da expiração melhorando a qualidade respiratória. Já, a marcação de tempo é de grande valia para nos dar feedback de evolução do caso clínico.

  • Kumbhaka – Respiratório completo com retenção 

Segundo a tradição do Yoga existem 4 fases possíveis em nossa respiração:

  • Puraka (inspiração)
  • Kumbhaka (retenção com os pulmões cheios)
  • Rechaka (expiração)
  • Shunyaka (retenção com os pulmões vazios)

O exercício completo consiste em inspirar, prender o ar nos pulmões e expirar, realizar uma retenção agora com os pulmões vazios e então recomeçar um novo ciclo.

Variação 1 – inspiração, retenção com ar, expiração

  •  Depois da desobstrução das vias aéreas, sente-se em uma posição confortável com a coluna ereta e os olhos fechados.
  • Inicie a inspiração (puraka), lenta e profundamente, observe o ar entrando. Continue até preencher completamente os seus pulmões.
  • Depois de ter os pulmões embebidos de ar, retenha com os pulmões cheios (kumbhaka) pelo tempo que for confortável, não se importe com marcações de segundos, apenas retenha até precisar soltar o ar (Não deverá ficar ofegante, apenas realizar de forma natural).
  • Comece agora a expiração  (rechaka), que se completará quando você tiver esvaziado completamente seus pulmões.
  • Inicie novamente

Faça por 3 minutos. 

Obs: Não realizar a retenção sem ar neste exercício.

Variação 2 – inspiração, retenção com ar, expiração e retenção sem ar

  • Depois da desobstrução das vias aéreas, sente-se em uma posição confortável com a coluna ereta e os olhos fechados.
  • Inicie a inspiração (puraka),  lenta e profundamente, observe o ar entrando e continue até preencher completamente os seus pulmões.
  • Depois de encher os pulmões de ar, retenha com os pulmões cheios (kumbhaka) pelo tempo que for confortável.
  • Comece agora a expiração (rechaka), que se completará quando você tiver esvaziado completamente seus pulmões.
  • Uma vez com os pulmões vazios, realize a retenção sem ar (shunyaka) pelo tempo que for confortável. Quando precisar respirar reinicie o ciclo.

Faça por 3 minutos. 

                         

Obs: Algumas pessoas não se sentem bem realizando retenções, por isso é interessante iniciar o exercício pela variação 1  e só após sua completa aprendizagem e domínio da técnica realizar a variação 2.

——————————————————————————————————————-

  • Anuloma Viloma – Respiração alternada 

Neste respiratório realiza-se uma alternância, isto é, a utilização de uma narina, enquanto a outra fica bloqueada. Este exercício pode ser realizado com (maior dificuldade) ou sem as retenções (menor dificuldade), mas ainda sem ritmo.

  • Depois da desobstrução das vias aéreas, sente-se em uma posição confortável com a coluna ereta e os olhos fechados.
  • Obstrua a narina direita com o polegar da mão direita.
  • Inspira-se (puraka) com a narina esquerda.
  • Retenha com os pulmões cheios (kumbhaka) pelo tempo que for confortável.
  • Alterne agora a narina em atividade. Obstrua a narina esquerda com o dedo anular e faça a expiração (rechaka) pela narina direita (com os pulmões cheios trocamos a narina em atividade).
  • Retenha com os pulmões vazios (shunyaka) pelo tempo que for confortável.
  • Inspire pela mesma narina que expirou, ou seja, inspire agora pela narina direita. (com os pulmões vazios não trocamos a narina em atividade)
  • Continue o exercício

.

Obs: Para fechar uma narina, deixando aberta a outra, dobre o dedo indicador e o médio de sua mão direita. Leve a mão à altura do nariz e, quando quiser fechar a direita, faça-o com o polegar e, quando quiser vedar a esquerda, use o anular que se acha unido com o mindinho.

Lembre-se: 

Pulmões cheios – troca a narina em atividade

Pulmões vazios – não troca.

——————————————————————————————————————–

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Andrade JH Filho. Autoperfeição com Hatha Yoga: um clássico sobre saúde e qualidade de vida. 48.ed. Rio de Janeiro: Nova Era; 2007. (Hermógenes)

De Rose A. Livro de Ouro do Yoga. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007. 371p.

Sinceros agradecimentos pela colaboração de Fernando Perri. http://www.yogabauru.com/

2 respostas em “Terapia respiratória (parte V) – Respiratórios do Yoga

  1. Pingback: Terapia respiratória (parte VI) – Respiratórios do Yoga | Aprendendo com Erica Sitta

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s