Terapia respiratória (parte IV) – Respiratórios do Yoga

Limpeza e Fortalecimento

Estes são dois exercícios excelentes para aumentar a capacidade respiratória, fortalecer o diafragma e toda a musculatura do abdômen. E seus efeitos tornam-se maximizados quando realizados pela manhã, de preferência com o estômago vazio.

Se você se sentir mal pare o exercícios e espere alguns instantes, porém é normal uma sensação de tontura para as pessoas não habituadas. Evite realizá-los em dias muito quentes e em lugares pouco arejados.

  • Kapalabhati

Seu nome, kapalabhati, em sânscrito significa crânio brilhante. É um exercício destinado à purificação do corpo. É realizado com inspiração tranquila e expiração rápida.

Efeitos fisiológicos – Limpa as mucosidades do aparelho respiratório; tonifica-o; carrega sensivelmente o plexo solar com energia vital. Tonifica a circulação, aquecendo o corpo e melhorando o metabolismo. Revigora as cordas vocais.

  • Sente-se em uma posição confortável com a coluna ereta e os olhos fechados.
  • Relaxe o abdômen, permitindo que se encha de ar a base do órgão.
  • Por ação conjunta da musculatura abdominal e do diafragma, force bruscamente o ar a sair pelas narinas.
  • A glote deve permanecer completamente aberta a fim de evitar-se atrito desagradável com a passagem violenta do ar.
  • Novamente com o afrouxamento do abdômen, volta o ar a entrar para outra vez ser explosivamente expulso.

Obs: Este exercício pode ser feito com um ritmo mais forte ou mais suave dependendo de como o praticante estiver se sentindo e qual seu nível de adiantamento nos exercícios respiratórios. É importante que criar um ritmo, como o som de uma locomotiva, e seguir esse ritmo por cerca de 1 min.

Realize uma pequena pausa de 1 minuto antes de realizar o exercício novamente. Lembrando que iniciantes podem realizar até 3 ciclos de 1 minuto.

  • Bhastrika

Seu nome, bhastrika em sânscrito, significa fole*, sugerindo a idéia de como o exercício se processa. Ele é muito semelhante ao kapalabhati (exercício anterior), com a diferença de que lá apenas a expulsão do ar é energética. Aqui também a inspiração o é. Seus efeitos são também praticamente os mesmos.

  • Depois da desobstrução das vias aéreas, sente-se em uma posição confortável com a coluna ereta e os olhos fechados.
  • Faça inspiração (puraka) e a seguir uma explosiva expiração (rechaka), mediante a contração brusca da musculatura respiratória.
  • Sem demora, outra inspiração (puraka) e imediatamente expiração (rechaka). Imitando um fole enchendo e esvaziando.

Obs: Este exercício pode ser feito com um ritmo mais forte ou mais suave. É importante que criar um ritmo imitando o som de um fole, e siga esse ritmo por cerca de 20 segundos (10-20 respirações).

Realize uma pequena pausa de 1 minuto antes de repetir o exercício. Iniciantes podem realizar até 3 ciclos.

Fole é uma ferramenta usada para atiçar o fogo . É composto de uma sanfona de pele entre duas peças de madeira com cabo, que quando aproximadas expulsa o ar para fora da sanfona.

 

Fan Page no Facebook

Para ajudar em sua pesquisa e consulta em Fonoaudiologia criamos uma Fan Page no Facebook. Nesta página, publicações serão expostas e comentadas em Educação Continuada, podendo estreitar perguntas e respostas e ainda tirar as muitas dúvidas de sua terapia fonoaudiológica. Venha participar você também!

Curta: https://www.facebook.com/fonoaudiologiaericasitta .

Bibliografia

Andrade JH Filho. Autoperfeição com Hatha Yoga: um clássico sobre saúde e qualidade de vida. 48.ed. Rio de Janeiro: Nova Era; 2007. (Hermógenes)

http://www.yogabauru.com/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s